quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Companheiros Noturnos

As pessoas têm a tendência de arrumarem parceiros noturnos durantes suas noites de sono (ou não). Alguns preferem regar a garganta com um Whisky 18 anos, outros já preferem um bom psicotrópico, os cônjuges se divertem antes do sono, os amigos simplesmente dormem, porém, algumas pessoas preferem deitar ao lado de seres peludos e que atacam pela noite... Não estou falando dos Gremlins, muito menos do Abominável Homem das Neves, Yeti, Ursos, genéricos e afins.

Estamos falando da companhia do felino mais 'confiável' ao ser humano: o Felis Catus.

"Reino: Animalia
Phylum: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae

Felis catus Linnaeus, 1775.


Sinônimos: Felis silvestris, Felis lybica
Data: 1775, 1780

Autor: Schreber Forster
Nome comum: domestic cat/house cat/wild cat(inglês), gato-doméstico, gato(português)
"

Cats
View SlideShare presentation or Upload your own. (tags: fun animals)


Nossos especialistas em sono coletivo analisaram, caso a caso, nas situações de algumas pessoas que possuem como companheiro os bons bichanos. Inclusive fizemos a filmagem em slow motion de um caso, no qual o gato aproveitou alguns momentos noturnos para testar as variadas poses em seu dono:



Em outros casos, temos um relato da jovem que vive o caso real dessa troca de parceiros situação felina-humano:

"Começou com um simples 'ah deixa ele entrar no meu quarto', um dia ele dormia com ela, outro dia na 'rede planejada' que ele 'criou' na parte dos forros da cama, depois disso ela continuou a sempre dormir com ele. O engraçado é a pose que os dois permanecem na cama: ela com as pernas levemente abertas e o bichano atravessado de uma canela a outra, qualquer movimento que ela faz durante o sono é motivo para ele cravar as unhas nos gambitos e fazer com que ela volte a pose original. Algumas vezes quando chego em casa, na ponta dos pés, o bichano arma o maior escandalo dentro do quarto dela (que é de frente para a rua). Agora além de companheiro de cama, ele também é o maior dedo duro!"

Bem, da situação em tela podemos analisar que, ou a companheira não está dando conta do recado ou o gato quer dar uma de cão de guarda. Da utilização dos felinos, como instrumento de guarda ou móveis, temos que desde a antiguidade os gatos são utilizados como tapetes, limpadores de tela, projeto de terrorista, beta testers de escadas, digitadores, manequins para perucas, etc, confiram pelas fotos:







Além de todas essas utilidades, o Mr. harlyQ descobriu uma série de utilidades para seu gato, a sorte foi que ambos estavam entediados:

4 comentários:

Aline disse...

Deu saudade do Oliver :/

Jorge Saotome disse...

Eu tinha um gato que adorava ficar igual a esse em baixo do tapete. Era engraçado porque ele acreditava estar 'escondido' haha

Devo Choks disse...

Tem algo estranho nos seus post, tem momentos em que você fala como se trabalhasse para uma organização,"nossos especialistas em sono coletivo analisaram" que que é você trabalha no IBGE, ou pro centro de terapia do sus.

B.B Kiddo disse...

Ohnnnnnnnnnnnn! gatinhos lindossss!