segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Profissão perigo

Como repórter nas horas vagas, andando pelas vastas planícias desabitadas próximas ao Rio Jordão, tentando os fracos de espírito e fotografando a natureza morta ou andando pelo fogo cruzado em noites gélidas de montes no Iraque, utilizando o modo manual para a captura do trajeto dos projéteis e publicação na manchete do dia seguinte: posso dizer que a profissão não é nada singela, simples ou saudável.


Alguns desses profissionais conseguem escapar com vida de desastres únicos, que, em alguns casos, marcam suas vidas nas câmeras alheias ou, em suas próprias. Durante uma corrida de Rally na Irlanda, um dos fotógrafos que estavam fazendo a cobertura do evento, consegue escapar por fração de centésimos de ter seu torso arrancado por uma manobra equivocada que acabou resultando o acidente durante a prova, confiram:



Durante esse post, aqui na redação, escutei alguma estagiária reclamando da máquina de Xerox, é possível que ela esteja escolhendo a 'técnica 6', de como dormir no serviço, caso ela estiver planejando em dormir, cortaremos-lhe a cabeça. Agora se ela estiver reclamando da mesma forma que a jovem do vídeo abaixo, eu tenho muita pena dela:


Kiss My Ass Funny Clip

2 comentários:

Mr. Durden disse...

Imagino o nobre turquinho saindo da sala de Xerox com um rostinho de traquinas... Marvelous!

Jorge Saotome disse...

Essa foi a famosa 'por um trizzzzzz'